Órgãos do sistema de Segurança Pública criam aplicativos de celular para auxiliar na prevenção e combate ao crime

Órgãos do sistema de Segurança Pública criam aplicativos de celular para auxiliar na prevenção e combate ao crime

A Polícia Militar tem investido no desenvolvimento de aplicativos para auxiliar no combate aos crimes no Amazonas. Pelo menos três aplicativos já foram desenvolvidos pela Diretoria de Tecnologia da Informação, sendo dois exclusivos para uso dos policiais militares e um para consulta da população, que fazem parte do Sistema Integrado de Informações da PM.

Entre os aplicativos de uso exclusivo dos policiais militares está o “APP Comando” – para smartphones e com uso integrado ao Comando Web –, que permite aos PMs visualizar boletins de ocorrência, além de consultar placas de veículos utilizando a câmera do smartphone, e gerenciar em tempo real o cadastro e a atualização de veículos roubados no Amazonas.

Além disso, foi criado o aplicativo “DTI – Produtividade”, por meio do qual os policiais podem consultar, em tempo real, dados sobre a produtividade das ações e operações policiais.

Para a população, a Departamento de Tecnologia da PM criou o “Check Veículos PMAM”, que serve para consultar os veículos com restrição de roubos e furtos com pesquisa em tempo real, utilizando a câmera do dispositivo. No app também é possível verificar o endereço das principais unidades policiais do Amazonas, com o cálculo da rota mais próxima até o destino desejado.

Prevenção no transporte coletivo – Desde abril do ano passado, a população já acionou a Polícia Militar mais de 500 vezes por meio do aplicativo “Aviso Polícia” – um botão do pânico criado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) para coibir ocorrências dentro dos veículos do sistema de transporte público ou em terminais de integração.

“Na maioria das vezes, só eram atitudes suspeitas e nada foi encontrado, mas o fato de a população acionar o sistema via smartphone, de forma discreta, e a Polícia se fazer presente já traz para a sociedade uma sensação de segurança e acaba inibindo a prática de crimes”, explicou o coordenador da equipe de desenvolvimento de sistemas do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), major bombeiro Marco Antônio Gama.

O “Aviso Polícia” é apenas um dos aplicativos desenvolvidos pelo sistema de segurança que aliam prevenção, controle e combate ao crime, com a participação da sociedade. O aplicativo foi desenvolvido especificamente para smartphones, no qual o cidadão aciona um botão – similar a um botão de pânico – e emite um chamado diretamente para o CICC. As viaturas da região da ocorrência também recebem o chamado e são direcionadas para o atendimento imediato.

O “Aviso Polícia” faz parte do Sistema de Aplicativos de Chamadas de Emergência (Sace) que se integra às chamadas e comunicações de ocorrências via 190 – da Polícia Militar – e 193 – número de atendimento do Corpo de Bombeiros.

“O Sace é uma interface de mapas completamente intuitiva, integrada com rastreamento das ocorrências, das viaturas, das câmeras, tornozeleiras eletrônicas, e com grande capacidade de integrar e interagir com outras tecnologias”, disse o major Gama.

Em agosto do ano passado, o “Aviso Polícia” gerou o aplicativo “Alerta Mulher”, desenvolvido pela SSP em parceria com a Secretaria de Estado e Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) para mulheres vítimas de violência doméstica.

FOTO: Divulgação/SSP-AM


SSP deflagra Operação ‘Cidade das Trevas’ em duas ocupações irregulares em Manaus

SSP deflagra Operação ‘Cidade das Trevas’ em duas ocupações irregulares em Manaus

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (14/05), a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) deflagrou a Operação “Cidade das Trevas” para cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão em duas ocupações irregulares da zona norte de Manaus. O foco é prender envolvidos em homicídios, tráfico de entorpecentes e suspeitos de formação de milícia.

A operação integrada entre a Polícia Civil e Militar envolve o Corpo de Bombeiros, o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), que vai montar barreiras para contenção de possíveis fugas e fiscalização de veículos. Cerca de 600 servidores estão participando da operação.

A ação está ocorrendo nas comunidades Cidade das Luzes, no bairro Tarumã, zona oeste, e Buritizal, no Nova Cidade, zona norte.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, coordena a operação ao lado do delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, e do subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel Silvio Mouzinho.

A Operação Cidade das Trevas é fruto de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil, iniciada em janeiro deste ano. O secretário de Segurança Pública pede à população que tenha informações que possam levar a prisão de infratores da área para entrar em contato por meio do disque denúncia 181.

FOTOS: Alailson Santos / PCAM

Polícia Civil prende rapaz com revólver, munições, porções de maconha e coletes balísticos no bairro Tancredo Neves

Polícia Civil prende rapaz com revólver, munições, porções de maconha e coletes balísticos no bairro Tancredo Neves

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Christiano Castilho, titular da unidade policial, prendeu em flagrante, na manhã desta terça-feira (7/5), por volta das 7h, Railton Marques de Senna, 25, conhecido como “Vaca”, em posse de um revólver calibre 38 com numeração suprimida, cinco munições intactas do mesmo calibre, duas porções de maconha, uma balança de precisão digital e três coletes balísticos.

De acordo com a autoridade policial, o flagrante ocorreu durante o cumprimento de mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas em nome do infrator. Castilho explicou que a ordem judicial foi expedida no dia 30 de abril deste ano, pela juíza Sabrina Cumba Ferreira, da Vara de Execuções Penais (VEP).

“O infrator estava sendo investigado por envolvimento com o tráfico de drogas na área do bairro Tancredo Neves. O mandado foi cumprido na casa de Railton, situada no conjunto São Lucas, bairro Tancredo Neves, zona leste da capital. Ressalto que, durante a ação policial, apreendemos materiais ilícitos com ele”, relatou o delegado.

Conforme o titular do 14º DIP, Railton foi indiciado por tráfico de drogas. O indivíduo foi autuado em flagrante ainda por posse de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas.

Ao término dos trâmites cabíveis na unidade policial, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital. Posteriormente, será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação / PC-AM 


Cai número de homicídios no primeiro trimestre de 2019 no Amazonas

Cai número de homicídios no primeiro trimestre de 2019 no Amazonas

O número de mortes violentas caiu 5,2% de janeiro a março de 2019, comparado com primeiro trimestre de 2018. O resultado confirmou a tendência de queda já registrada em fevereiro, quando só homicídios caíram 20% em relação a fevereiro de 2018. Os indicadores mostram o resultado do trabalho das forças de segurança, que realizaram nove grandes operações policiais integradas entre janeiro e março, com a prisão de 343 pessoas e apreensão de drogas e armas de fogo.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e mostram que o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Núcleo de Estudos de Violência da USP, divulgado pelo site G1 na semana passada, não reflete a tendência de queda no índice de mortes violentas. Segundo o G1, os homicídios tiveram alta de 5,3% no primeiro bimestre de 2019 no Amazonas. O resultado, porém, foi influenciado pela alta em janeiro, período de transição, quando a nova administração estava começando aa implantar as novas diretrizes de segurança.

Já em fevereiro, como resultado do reforço das operações com as Polícias Militar e Civil, houve redução da criminalidade, tanto em casos de homicídio (- 20%), latrocínio (- 50%), como nos casos de roubos (-9,5%).

No primeiro trimestre de 2019, a redução de 5,2% no número de mortes violentas refletem a diminuição de 28,5% nos casos de lesão seguida de morte, de 7,1% nos casos de latrocínio e de 4,4% em homicídios. Somente em março, o número de homicídios na capital amazonense (58) foi o menor desde 2011.

Como resultado das operações policiais integradas houve a prisão de 343 pessoas e apreensão de 27 adolescentes e 27 armas de fogo, além de mais de 100 quilos de entorpecentes. Em fevereiro, o secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, determinou a realização de uma operação específica para combater os homicídios, denominada “Pronta Resposta”. Na ocasião, 52 pessoas foram presas suspeitas de envolvimentos em homicídios, latrocínios, roubos e tráfico de drogas.

Mais da metade dos homicídios registrados em Manaus tem relação com o tráfico de drogas e a falta de depoimentos de testemunhas e familiares dificulta a elucidação dos crimes, segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros. Um caminho para ajudar a polícia é através da denúncia anônima ao telefone 181, o disque-denúncia da SSP-AM, que funciona 24 horas por dia e atende a todo o Estado.

PM prende 14 pessoas em Manaus, entre a manhã de quarta e madrugada de quinta-feira

PM prende 14 pessoas em Manaus, entre a manhã de quarta e madrugada de quinta-feira

Em ações na capital amazonense, entre a manhã de quarta-feira (10/4) e a madrugada de hoje (11/4), policiais militares prenderam 14 pessoas, incluindo dois foragidos da Justiça, pelos crimes de tráfico de drogas, roubo, receptação e posse ilegal de arma de fogo. Quatro adolescentes foram apreendidos, oito veículos com restrição de roubo foram recuperados e três armas de fogo apreendidas.

Em ocorrências no Centro da cidade, policiais da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) prenderam dois foragidos da Justiça. Gean dos Santos da Silva, de 18 anos, preso na avenida 7 de Setembro, possuía um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. Marcelo Ulisses da Silva Oliveira, de 36, responde por roubo majorado e foi preso na Rua Gabriel Salgado. Ambos foram encaminhados ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Um casal foi preso e um adolescente, apreendido, na avenida André Araújo depois de um roubo. Com o trio, a polícia encontrou objetos roubados e eles foram encaminhados ao 1º DIP para os procedimentos legais.

Na zona leste, um homem de 27 anos foi preso por policiais da 30ª Cicom na casa em que mora, na rua Maquaré, Comunidade Val Paraíso, Jorge Teixeira. No local, foram encontrados diversos aparelhos celulares roubados. Conforme a polícia, o suspeito disse que recebeu os aparelhos de dois homens conhecidos como “Mano” e “Joab” para reconfigurar e que sabia que eram roubados. Ele foi apresentado no 14º DIP.

Tráfico de entorpecentes – Um adolescente de 14 anos foi apreendido no bairro Colônia Terra Nova, na zona norte, em posse de uma porção supostamente de oxi e 27 porções supostamente de cocaína. O menor foi encaminhado a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

No bairro Raiz, zona sul, três homens foram presos por militares da Força Tática com 14 trouxinhas supostamente de cocaína, 32 trouxinhas e uma porção média supostamente de maconha, 30 trouxinhas supostamente oxi, R$ 19,25 em espécie, uma balança de precisão, quatro munições intactas de calibre 32. O trio foi apresentado no 1º DIP.

Outros cinco suspeitos foram presos e um menor de idade apreendido com entorpecentes no Centro, na zona sul, Vila da Prata, na zona oeste, e Santa Etelvina na Zona Norte. Outro adolescente foi flagrado com um revólver calibre 32 no bairro Cachoeirinha, na zona sul. Militares da Rocam apreenderam, ainda, uma arma de fogo de calibre 38 na Comunidade São João, na BR-174, e militares da 21ª Cicom apreenderam uma pistola de calibre 765, no bairro Vila da Prata.

Veículos recuperados – Oito motocicletas restrição de roubo foram localizadas nos bairros Lago Azul, na zona norte, Presidente Vargas, na zona sul, São José Operário, Jorge Teixeira, Coroado e Zumbi dos Palmares, na zona leste. Os veículos foram apresentados na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), 1º DIP ou entregue aos proprietários. Um homem de28 anos também foi preso com uma motocicleta adulterada e encaminhado ao 1º DIP.

FOTOS: Divulgação / SSP-AM

Wilson Lima quer integração da sociedade para construção do Plano Estadual de Segurança Pública

Wilson Lima quer integração da sociedade para construção do Plano Estadual de Segurança Pública

Foto: Diego Peres/Secom

O governador Wilson Lima destacou a importância da participação da sociedade civil organizada na construção do Plano Estadual de Segurança Pública, documento que orientará os investimentos em programas, projetos e ações de governo para os próximos anos na área. O destaque foi feito durante a abertura da 5ª edição da Semana de Integração do Sistema de Segurança Pública, nesta segunda-feira (8/4), no Centro de Convenções Vasco Vasques, localizado na avenida Pedro Teixeira, Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus.

“Não temos como trabalhar de forma isolada, principalmente em relação à segurança pública. Nós temos um problema muito grande por conta das nossas fronteiras, que são enormes. A gente precisa desse trabalho de integração. Essas ações precisam ser planejadas de acordo com as ações do Governo Federal para que a gente possa caminhar unidos, sobretudo no combate ao tráfico de drogas”, afirmou o governador. “Vamos organizar audiências com a sociedade civil organizada, com comunitários, indústria e comércio para que possamos trabalhar integrados”, completou.

Durante o evento, organizado pela Secretaria Executiva Adjunta de Gestão Integrada (Seagi), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), os órgãos do sistema irão debater os resultados do trabalho realizado em conjunto e traçar as metas para o futuro. Nesta terça-feira (9/4), às 9h, será realizada audiência pública inédita, aberta à participação popular, para a discussão do Plano Estadual de Segurança Pública. 

“Desde que assumimos o governo nós estamos trabalhando para reduzir custos e ampliar serviços. É um desafio muito grande. Tenho conversado com muitos governadores que falam da dificuldade que estão enfrentando, principalmente na segurança pública, em razão da falta de recursos. No Amazonas, 82% das atividades econômicas estão concentradas na capital. Quando há esse desequilíbrio aumentam problemas na área de saúde, educação, na geração de emprego e renda, e principalmente na segurança”, observou Wilson Lima.

O governador do Amazonas fez questão de destacar os avanços na área de segurança pública do estado nos primeiros meses de governo, como a queda de 40% nos assaltos a ônibus do transporte coletivo no primeiro bimestre e de 38% no número de latrocínios. “A gente está agindo com muita responsabilidade para saber o que é possível dentro do Governo do Estado”, afirmou Wilson Lima, que lembrou a garantia dada recentemente aos policiais militares e bombeiros de ganho de 14,74%, em 2019.

Audiência – De acordo com o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, a audiência pública desta terça-feira (9/4) é uma etapa extremamente importante para a construção do Plano Estadual de Segurança Pública. Participando, a população vai poder indicar os rumos para investimentos e outras estratégias para melhorar a segurança, a proteção da sociedade e o combate à violência.

O Plano Estadual de Segurança deve ser alinhado ao Plano Nacional lançado pelo Governo Federal, em 2017. Entre as metas estão a modernização do sistema penitenciário; o combate integrado às organizações criminosas, ao tráfico de drogas e de armas; a redução do feminicídio e da violência contra a mulher; além da diminuição de homicídios dolosos.

“As quatro últimas edições envolveram uma pequena parcela as Secretaria de Segurança, nesta quinta edição decidimos avançar e envolver toda a sociedade civil organizada. Estamos alinhando nossos objetivos estratégicos aos emanados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública. Esse trabalho inovador precisa da participação de seu maior interessado: o cidadão amazonense”, afirmou o secretário Louismar Bonates.

“A nossa ideia é apoiar com recursos, com a nossa presença e divulgação dos trabalhos, integrando tudo isso para que tenhamos um país mais seguro. A integração é até um requisito para que possamos repassar recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública para os estados. Nesse caso, o Amazonas praticamente já fez o dever de casa”, afirmou o secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo.

Prefeito Adail Filho lança programa integrado de segurança em Coari

Prefeito Adail Filho lança programa integrado de segurança em Coari

Com investimentos de R$ 5 milhões, prefeitura de Coari lança programa de segurança integrada.

Nesta sexta-feira, 15 de Março, foi lançado pelo Prefeito Adail Filho em parceria com as polícias Militar e Civil, o programa integrado de segurança no Município. A iniciativa teve o investimento de R$ 5 milhões, feitos pela gestão municipal de Coari.

O prefeito na oportunidade realizou a entrega de 30 veículos, sendo 25 motocicletas e cinco pick-ups, que serão utilizados pelo efetivo de segurança na cidade.

Prefeito Adail Filho na entrega dos veículos para o efetivo de segurança do Município

“Coari necessita de um olhar diferenciado para a segurança. Nossos policiais militares realizam esforços gigantescos, mas necessitam de apoio para poder exercer o serviço com eficiência. Foi pensando nisso que nossa gestão decidiu ajudar e fazer esse investimento com recursos próprios. Essa parceria será muito importante”, afirmou.

Adail ainda anunciou a criação do programa Ronda Municipal e do Centro Integrado de Operações de Coari (Ciops), que contará com o apoio de 260 câmeras já instaladas e espalhadas pela cidade sendo monitoradas em tempo real 24h por dia.

“Nossas ruas serão monitoradas constantemente para evitarmos crimes e ocorrências. Esperamos reduzir todos os índices de criminalidade com essas medidas e garantir uma cidade mais segura aos coarienses”, finalizou Adail.


Centro Integrado de Operações de Coari (Ciops)