China critica EUA por abandonar tratado nuclear com a Rússia

China critica EUA por abandonar tratado nuclear com a Rússia

A China criticou os Estados Unidos por romper o tratado com a Rússia para a eliminação de mísseis de curto e médio alcances.

Em sessão da Conferência do Desarmamento em Genebra, na Suíça, nesta terça-feira (6), o embaixador do país asiático Li Song declarou:

“A intenção é fazer com que o tratado não seja válido e assim buscar vantagens militares e estratégicas.”

O diplomata garantiu que Pequim, assim como os outros membros da comunidade internacional, está “profundamente preocupada” com o encerramento do acordo, informa a agência EFE.

Por outro lado, o embaixador da Rússia na conferência, Gennady Gatilov, acusou os norte-americanos de lançarem uma campanha para responsabilizar Moscou pelo fim do acordo de eliminação de mísseis de curto e médio alcances.

França alerta Irã que violar acordo nuclear seria um ‘grave erro’

França alerta Irã que violar acordo nuclear seria um ‘grave erro’

O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, advertiu, nesta terça-feira (25), que o Irã cometerá “um grave erro” caso não respeite o acordo nuclear de 2015.

“As diplomacias francesa, alemã e britânica estão totalmente mobilizadas para fazer o Irã entender que não é de seu interesse”, disse Le Drian à Assembleia Nacional.

Le Drian acrescentou que a violação deste tratado também seria uma “má resposta para a pressão exercida pelos Estados Unidos”, informa a revista ISTOÉ.

Teerã anunciou em 8 de maio que não se sentia obrigado a respeitar os limites do acordo nuclear concluído em 2015, em Viena.