Polícia Civil prende jovem procurado pela autoria do homicídio de fisioterapeuta em Parintins

Polícia Civil prende jovem procurado pela autoria do homicídio de fisioterapeuta em Parintins

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Parintins, sob o comando da delegada Alessandra Trigueiro, titular da unidade policial, prendeu em flagrante, na manhã de segunda-feira (13/5), por volta das 9h, Alexandro Barros de Souza, 23, pela autoria do homicídio do fisioterapeuta Hugo de Souza Dias.

O crime ocorreu no último domingo (12/5), por volta das 3h, no bairro Centro, naquele município, distante 369 quilômetros em linha reta da capital. A vítima tinha 30 anos.

De acordo com a autoridade policial, no dia do crime, Hugo estava com um grupo de amigos em um bar, quando conheceu Alexandro e ofereceu R$ 100 para ter relações sexuais com o infrator. Conforme a delegada, os dois deixaram o estabelecimento e seguiram para a escadaria do porto da cidade. “Após a prática sexual, a vítima não tinha dinheiro para pagar Alexandro e ofereceu um relógio como pagamento. Eles travaram luta corporal e Hugo acabou caindo no rio”, relatou.

A titular da DEP explicou que, após Hugo cair no rio, Alexandro empreendeu fuga do local e não prestou socorro à vítima. Durante as investigações em torno do desaparecimento do fisioterapeuta, o corpo foi encontrado na manhã de segunda-feira (13/5), por volta das 6h, no rio, pela equipe da especializada. “Demos início às diligências até lograrmos êxito na prisão do infrator, efetuada no bairro Centro, em Parintins”, disse.

Flagrante – Alexandro foi autuado em flagrante por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da DEP Parintins, o infrator será encaminhado à Unidade Prisional de Parintins (UPP), onde irá ficar à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação / PC-AM

Polícia Civil prende jovem com mais de 700 trouxinhas de drogas no bairro Alvorada

Polícia Civil prende jovem com mais de 700 trouxinhas de drogas no bairro Alvorada

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Danilo Bacarin, titular da unidade policial, prendeu, em flagrante, nesta quinta-feira (28/03), por volta das 11h, Jorge Felipe Veiga da Silva, 18, com 694 trouxinhas de oxi, 10 trouxinhas de maconha, além de porções maconha e balança de precisão.

A autoridade policial informou que a prisão do jovem ocorreu na residência onde ele mora, situada na rua Francisco R Zany, antiga Flávio de Moura, primeira etapa do Alvorada, zona centro-oeste da cidade, após a equipe de investigação da unidade identificar que Jorge Felipe estaria fazendo distribuição de drogas naquele bairro.

“Após a constatação da prática criminosa realizado por Jorge Felipe, nossa equipe de investigação montou campana nas proximidades da residência do infrator via pública, após ele sair da casa dele portando cerca de 20 trouxinhas. Dessa forma, diante da materialidade delituosa, fizemos uma revista na residência e encontramos mais material ilícito”, explicou Bacarin.

Materiais apreendidos – O titular do 10º DIP informou que durante a revista na residência do jovem, os policiais civis encontraram 694 trouxinhas de oxi, 10 trouxinhas de maconha, uma porção média de cocaína, além de uma balança de precisão.

Flagrante – No prédio do 10º DIP, Jorge Felipe foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ao término dos trâmites na unidade policial, o jovem será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Amazonas.

Polícia Civil recupera 15 celulares roubados e prende trio pela receptação dos aparelhos

Polícia Civil recupera 15 celulares roubados na capital e prende trio pela receptação dos aparelhos

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), em conjunto com policiais civis da 5ª Seccional Centro-Sul e Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), deflagrou ao longo da tarde de segunda-feira (18/3), a operação “iCloud”, que resultou nas prisões em flagrante de Filipe Silveira Cardoso, 22; Magaivus Martins Sousa, 38, e Paulo Victor Monteiro Bastos, 21. Com os infratores os policiais civis recuperaram 15 aparelhos celulares modelos iPhone, com restrições de roubo ou furto.

Os trabalhos foram coordenados pelos delegados Raul Augusto Neto, Rafael Allemand e Cícero Túlio, titulares, respectivamente, do 12° DIP, 5ª Seccional Centro-Sul e Derfv. Conforme Raul Augusto Neto, os infratores fazem parte de uma organização criminosa especializada em comercializar aparelhos celulares de alto padrão, roubados ou furtados na capital por integrantes do grupo criminoso. Filipe, Magaivus e Paulo Victor foram presos na avenida Professor Nilton Lins, Conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

“Já estávamos investigando o grupo criminoso há cerca de um mês, após uma das vítimas formalizar o furto do aparelho celular dela. Ao longo dos trabalhos, conseguimos identificar que na tarde de ontem (18/3) alguns infratores se reuniriam em via pública para negociar os aparelhos celulares provenientes de roubos e furtos. Nos deslocamos até o local e encontramos os indivíduos com os objetos”, explicou o titular do 12º DIP.

Raul Augusto Neto disse, ainda, que o trio foi conduzido ao 12° DIP, onde foi autuado em flagrante por receptação qualificada. Os 15 aparelhos iPhones recuperados com os infratores serão devolvidos aos respectivos donos. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, Filipe, Magaivus e Paulo Victor foram levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas
FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas

Informação: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.