Brasil zera tarifa de importação de bens de capital e de informática

Vinculada ao Ministério da Economia, a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais zerou as tarifas de importação de vários bens de capital e de bens de informática.

Os itens beneficiados são máquinas e equipamentos industriais sem fabricação nacional, todos na condição de ex-tarifários, informa o site UOL.

Originalmente, esses bens são tributados com alíquotas como 12%, 14%, 16%, 18%.

A expectativa do governo Jair Bolsonaro é de que isso gere uma redução no custo do investimento e um efeito multiplicador de emprego e renda.

As medidas entram em vigor em dois dias úteis e terão vigência até 31 de dezembro de 2021.