Com o aumento de casos confirmados e internações por coronavírus em Manaus, a presidente da Comissão de Saúde e Previdência (CSP), Mayara Pinheiro (Progressistas), convocou uma Audiência Pública com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) e órgãos públicos para tratar sobre uma possível segunda onda da Covid-19 na capital amazonense.

Nos últimos boletins epidemiológicos emitidos pela FVS notou-se um crescente aumento nos casos confirmados e internações, principalmente na rede privada, comparado ao mesmo período do mês passado. Em 15 de agosto, os casos confirmados eram 464, o total de internados na rede privada era 42 e pública 137. Já no último dia 15 de setembro foram registrados 743 casos confirmados, 122 internados na rede privada e 166 na rede pública.

“Temos visto uma explosão no número de internações, então não temos só um aumento no número de casos, nós temos também um aumento no número de casos graves isso nos traz a realidade de que […] as medidas protetivas estão sendo relaxadas. Eu acho que o Governo do Amazonas tem uma oportunidade agora de se planejar. Tudo o que nos faltou naquele primeiro momento, tudo era muito novo, agora a gente já teve esse aprendizado”, declarou Mayara, ao sugerir que a líder do governo Joana Darc (PL) peça o planejamento do Estado ou que o mesmo comece a elaborar esse planejamento para atuar nesse novo surto de casos.

A parlamentar destacou ainda que a FVS-AM já esteve reunida com o Ministério Público do Amazonas para tratar do assunto e até o momento, os técnicos afirmam que ainda não é necessária uma nova quarentena. Entretanto, a população precisa tomar os cuidados para evitar uma nova onda de infecção.

“O que a gente precisa de imediato é realmente tomar os cuidados devidos. Nem todos que pegam adquirem imunidade, é possível se pegar mais de uma vez. Não tem como saber quem pegou imunidade, é muito importante que todo e qualquer cidadão siga as medidas protetivas”, reforçou.

A Audiência Pública acontece na próxima segunda-feira (21), às 14h, via Zoom com transmissão nas redes sociais da deputada Mayara Pinheiro. Devem participar o Ministério Público do Amazonas (MPA-AM), Inpa/Fiocruz, Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM), UEA, Seduc, o secretário de saúde, Marcellus Campelo, e a diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto.