Bolsonaro acusa PT de criar células de guerrilha com ajuda de Cuba

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que os médicos cubanos que estavam no Brasil foram enviados a pedido do Partido dos Trabalhadores (PT) para criarem “células terroristas” no país.

Em conversa com jornalistas, nesta sexta-feira (16), Bolsonaro declarou:

“O PT botou no Brasil cerca de 10 mil fantasiados de médicos aqui dentro, em locais pobres para fazer células de guerrilhas e doutrinação. Tanto é que quando eu cheguei eles foram embora porque eu ia pegá-los.”

Questionado sobre as provas das acusações que faz aos médicos de Cuba, Bolsonaro respondeu com duas perguntas:

“Precisa ter prova disso daí? Tu acha que está escrito isso aí em algum lugar?”

Diante da insistência dos repórteres, o chefe do Executivo afirmou que Cuba exportava guerrilheiros na década de 70 para Angola e que estava difícil apurar a ação dos cubanos no Brasil porque “o PT sumiu com muita coisa”, informa a agência Reuters.