Vários líderes mundiais felicitaram o candidato democrata Joe Biden pela vitória na eleição para presidente dos Estados Unidos. Segundo cálculos de meios de comunicação norte-americanos, Biden será o novo presidente do país depois de ter conseguido os 20 votos do estado da Pensilvânia. A contagem de votos não terminou, mas dados da agência Reuters apontam que o democrata obteve 273 delegados dos 538 possíveis, enquanto o republicano Donald Trump teve 214.

Após o anúncio, os principais líderes da União Europeia parabenizaram Biden pela vitória. O presidente da França, Emmanuel Macron, disse, por meio de uma rede social, que quer trabalhar em conjunto com Biden para “superar os desafios de hoje”.

“Os americanos escolheram seu presidente. Parabéns @JoeBiden e @KamalaHarris! Temos muito que fazer para superar os desafios de hoje. Vamos trabalhar juntos!

Mensagem semelhante foi publicada pelo primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, que parabenizou o povo dos Estados Unidos por ter escolhido o seu 46º presidente.

“O povo americano elegeu seu 46º presidente. Parabéns @JoeBiden e @KamalaHarris. Desejamos-lhe boa sorte. Estamos prontos para cooperar com os Estados Unidos e enfrentar juntos os grandes desafios globais”, escreveu.

Quem também enviou congratulações a Biden foi a chanceler alemã, Angela Merkel. Seu porta-voz, Steffen Seibert, publicou um comunicado, no qual Merkel diz estar contente com a futura colaboração com Biden.

“Nossa amizade transatlântica é insubstituível se quisermos superar os grandes desafios deste tempo”, diz Merkel.

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, também parabenizou Biden pela vitória e também as instituições americanas por uma “notável demonstração de vitalidade democrática”.

“Estamos prontos para trabalhar com o presidente eleito Joe Biden para tornar nossa relação transatlântica mais forte. Os EUA podem contar com a Itália como um sólido aliado e um parceiro estratégico”, escreveu no Twitter.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa também usou sua conta no Twitter para parabenizar Biden pela vitória.

“Parabéns ao presidente eleito Joe Biden. Espero que em breve possamos trabalhar no reforço das relações transatlânticas e na gestão de assuntos globais, como as alterações climáticas, a defesa da democracia e a segurança internacional”, escreveu Costa numa publicação em português e inglês.

Barack Obama

O ex-presidente Barack Obama também usou as redes sociais para parabenizar Biden pela vitória. Obama publicou um comunicado no qual disse que as eleições ocorreram em “circunstâncias nunca vividas” e que os americanos compareceram ao pleito “em número nunca vistos”.

“Temos a sorte de que Biden tem o que é preciso para ser presidente e já se conduz dessa forma porque quando ele for para a Casa Branca em janeiro, ele terá uma série de desafios extraordinários que nenhum outro presidente teve — uma pandemia, uma economia desigual, um sistema de Justiça e democracia em risco e o clima em perigo”, diz trecho do comunicado.

Obama disse ainda acreditar que Biden trabalhará “com os melhores interesses que os americanos têm de coração, quer queira ou não tenha sido seu voto”. E pediu a todos os americanos apoio a Biden.

“Então, eu encorajo todos os americanos a darem a ele uma chance e apoiá-lo. Os resultados da eleição em todos os níveis mostram que o país continua profundamente e amargamente dividido. Será necessário, não apenas para Joe e Kamala, mas para cada um de nós fazer a nossa parte para irmos além da nossa zona de conforto, ouvir os outros, abaixar a temperatura e procurar algo em comum para seguir em frente. Lembrando que somos apenas uma nação, guiada por Deus”, diz outro trecho.

“Nossa democracia precisa de nós mais do que nunca. Eu e Michelle estamos ansiosos para apoiar nosso próximo presidente e primeira-dama da maneira que pudermos”, encerra Obama. 
Com informações Agência Brasil