‘Bolsonaro é uma pessoa muito íntegra’, diz Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou, nesta terça-feira (3), que vê muitas diferenças entre a gestão atual e o período dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Durante participação em seminário da Controladoria-Geral da União (CGU) sobre combate à corrupção, Moro alertou que sempre é possível haver casos de ilegalidades em qualquer governo:

“Claro que a gente sabe que numa máquina gigantesca da administração federal podem surgir casos de desvios de conduta e de corrupção, mas vamos fazer um paralelo com o que a gente tinha no passado. Esquemas sistemáticos de suborno e de corrupção incrustados na administração pública.”

O ministro acrescentou:

“Não dá para ter um código de ética da administração pública e, ao mesmo tempo, ter esse comportamento. Então, algo mudou nesse governo federal. Acho que as lideranças estão dando esse exemplo.”

Moro também aproveitou o espaço para elogiar a conduta do presidente da República, Jair Bolsonaro:

“O presidente Bolsonaro é uma pessoa muito íntegra. Todo mundo que o conhece atesta isso.”