Em Manaus, corpo de professor desaparecido é encontrado enterrado em uma casa na Zona Norte

Em Manaus, corpo de professor desaparecido é encontrado enterrado em uma casa na Zona Norte

Na Madrugada desta sexta-feira (17), o corpo do professor, Antônio Genivaldo Lacerda, de 47 anos, que estava desaparecido desde o dia 15 de janeiro foi encontrado enterrado no quintal de uma casa localizada na rua Aracati, situada no loteamento Rio Piorini, bairro Colônia Terra Nova.

Segundo informações repassadas pela polícia, após o carro de Genivaldo que estava desaparecido deste a última quarta-feira (15) ser encontrado, denúncias levaram a polícia até um suspeito, conhecido como ‘loirinho’. O homem foi visto abandonando o veículo do professor no local e ao ser questionado, informou onde estaria o corpo da vítima. ‘Loirinho’ disse aos policiais que agiu junto com um comparsa e teria apenas emprestado uma picareta para enterrar o corpo de Genivaldo.

Segundo policiais da 18ª Companhia Interativa Comunitária, a vítima foi imobilizada pelo suspeito e assassinada por asfixia com uma corda.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foi acionada para apurar as circunstâncias do crime. Os cães da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros também foram acionados para auxiliar na remoção do corpo.

Portal Canal Livre

SSP-AM deflagra operação “Domínio da Lei” contra tráfico de drogas na zona norte

SSP-AM deflagra operação “Domínio da Lei” contra tráfico de drogas na zona norte

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) deflagra na manhã desta quarta-feira (15/01) a Operação “Domínio da Lei” para cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão em bairros da zona norte de Manaus. Mais de 500 policiais militares e civis estão nas ruas, desde as primeiras horas da manhã, para o cumprimento de mandados relacionados ao crime de tráfico de drogas.

São 38 alvos em diversos bairros da capital com mandados de prisão a serem cumpridos, e mais de 160 mandados de busca e apreensão em uma invasão da zona norte da cidade. As investigações vêm acontecendo há cerca de três meses.

A operação é coordenada pelo secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, com o Delegado-Geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, e o Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, que estavam desde a madrugada concentrados com as equipes policiais no Comando-Geral da PM, no bairro Petrópolis, zona sul.

Além da Polícia Militar e Polícia Civil, a ação envolve o Corpo de Bombeiros, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), que fará barreiras de fiscalização fechando regiões consideradas estratégias e impedindo a saída de suspeitos.

A operação “Domínio da Lei” também envolve servidores do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e do Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA).

Logo mais, às 11h, uma coletiva de imprensa será realizada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Petrópolis, zona centro-sul de Manaus.

Em Manaus, linha de ônibus 676 é assaltada

Em Manaus, linha de ônibus 676 é assaltada

Na noite de terça-feira (14), dois homens portando armas de fogo aterrorizaram passageiros da linha de ônibus do transporte coletivo 676. O assalto ocorreu na Alameda Cosme Ferreira.

Após recolherem pertences das vítimas e a renda do coletivo, os suspeitos fugiram sem ser identificados. 

O motorista conduziu o veículo até o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na avenida Autaz Mirim, onde registrou o Boletim de Ocorrência (B.O). Em depoimento, o profissional relatou que uma turista americana estava no ônibus e ficou apavorada.

“Uma vergonha para nossa cidade e pior que isso acontece diariamente. Infelizmente, convidados os passageiros para registrar o B.O, mas eles se recusam. Esse já é meu decimo terceiro assalto. Graças a Deus nada aconteceu, mas já presenciei meus colegas de trabalho sendo esfaqueados e agredidos”, lamentou o motorista. 

Homem é morto na Feira da Panair, no Educandos

Homem é morto na Feira da Panair, no Educandos

No último sábado (11), um homem foi morto com um golpe de faca no pescoço. O crime aconteceu na Feira da Panair, localizada no bairro Educandos. O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Conforme informações repassadas pela polícia, um homem ainda não identificado abordou a vítima e desferiu um golpe de faca no pescoço dela.

Ele chegou a ser levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Zona Sul, no bairro Colônia Oliveira Machado, mas não resistiu e morreu cerca de uma hora depois do ocorrido.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte de Manaus.

Em Manaus, funcionários encontram corpo em terreno de empresa

Em Manaus, funcionários encontram corpo em terreno de empresa

Na tarde de sábado (11), o corpo de um homem foi encontrado no terreno de uma empresa localizada entre o Distrito Industrial 2 e a comunidade Nova Vitória. A polícia investiga a hipótese de que o corpo tenha sido deixado nas dependências da empresa durante a madrugada.

O corpo apresentava duas perfurações no tórax, sendo uma causada por arma branca e outra por arma de fogo.

Funcionários encontraram o corpo próximo a um muro nos fundos do terreno da empresa no começo da tarde.

Conforme a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o homem pode ter sido deixado no local por meio de um buraco encontrado no muro ainda na madrugada. O caso será investigado pela polícia.

Homem mata a esposa a tiros e a joga de carro em movimento

Homem mata a esposa a tiros e a joga de carro em movimento

Na última terça-feira (07), um homem atirou na esposa e a empurrou de um veículo em movimento, no viaduto do bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza. A mulher foi socorrida, mas teve morte cerebral.

Segundo informações repassadas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o autor dos disparos tentou cometer suicídio durante perseguição policial, mas foi capturado. O homem foi encaminhado para Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro da capital, para socorro médico.

A Polícia Militar informou que ele efetuou três disparos contra a vítima. Logo em seguida, o homem jogou a esposa do veículo e atirou na cabeça da mulher.

Ele tentou fugir, mas teve a placa do carro identificada por equipes do Raio, da Polícia Militar. Os agentes atiraram nos pneus do automóvel. Durante a perseguição policial, o homem tentou suicídio com um tiro na boca e com cortes de tesoura no pescoço. A mulher foi socorrida, mas teve morte cerebral confirmada pelo hospital

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) investiga as circunstâncias do crime. Um revólver calibre 38 foi apreendido. O casal tem dois filhos.

A Delegacia de Defesa da Mulher está investigando as circunstâncias do crime.

Parceria entre Sepror e Sejusc ampliará serviços oferecidos durante programa ‘Peixe no Prato’

Parceria entre Sepror e Sejusc ampliará serviços oferecidos durante programa ‘Peixe no Prato’

Nesta quarta-feira (08/01), a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) realizou reunião com a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) para firmar parcerias com o objetivo de promover ações de cidadania e ampliar os serviços oferecidos para população durante o programa “Peixe no Prato” em 2020.

A reunião aconteceu na sede da Sejusc, primeira secretaria a participar do programa, que terá sua primeira edição do ano na próxima quarta-feira (15/01), no Conjunto Viver Melhor 2, bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus, ao lado da Escola Estadual Eliana Socorro Pacheco.

Para essa edição, além dos peixes, das verduras e dos legumes que serão comercializados a preços acessíveis, o programa também contará com emissão de RG, 1ª e 2ª vias, e 2ª via de certidão de nascimento.

“É muito importante essa integração para levar mais serviços do Governo do Estado aos bairros de Manaus. Agora, além do ‘Peixe no Prato’, o cidadão poderá ter acesso a serviços de emissão de documentos pessoais de forma rápida e fácil”, disse Petrucio Magalhães Júnior, titular da Sepror.

A sexta edição do “Peixe no Prato” irá comercializar 1,2 toneladas de peixes populares, como tambaqui roelo, tambaqui curumim e pirarucu de manejo. Juntamente com o peixe, serão vendidos também pacotes com  limão, cheiro-verde e pimenta-de-cheiro, todos produtos regionais, a R$ 1 cada.

Em Manaus, homens são encontrados mortos dentro de carro

Em Manaus, homens são encontrados mortos dentro de carro

Na tarde de segunda-feira (06), dois homens foram encontrados mortos dentro de um veículo. O carro foi encontrado na rua Cachoeira do Niagra, no bairro Novo Aleixo, situado na Zona Norte de Manaus.

As vítimas foram encontradas por populares e estavam com os braços e pernas amarrados. De acordo com informações repassadas por policiais, um terceiro homem que também estava no local foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio. Ele também estava com os membros amarrados e amordaçado com fita adesiva.

Uma das vítimas foi atingido por dois tiros, já o outro homem apresentava várias perfurações causadas por arma branca na região da cabeça.

O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros.

Operação que acabou com 17 mortos em Manaus foi legítima defesa, conclui polícia

Operação que acabou com 17 mortos em Manaus foi legítima defesa, conclui polícia

Os policiais que atuaram em uma operação contra uma facção criminosa que terminou com 17 pessoas mortas agiram no estrito cumprimento do dever legal, concluiu o inquérito conduzido pela Polícia Civil. Os investigadores disseram que não há indícios de homicídio doloso (quando há intenção de matar) praticado pelos agentes.

O confronto aconteceu em outubro de 2019 no bairro Crespo, na zona sul de Manaus. A Polícia Militar foi acionada para ocorrência após receber denúncias de que um grupo de 50 homens que seriam membros da facção Família do Norte (FDN) chegaram armados ao Beco Becil para atacar integrantes do Comando Vermelho (CV). O objetivo, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), era tomar o controle de um ponto de venda de drogas.

De acordo com o delegado Sinval Barroso, titular do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), os policiais agiram no estrito cumprimento do dever legal e em legítima defesa. No inquérito, a ação dos policiais foi classificada como uma “reação à agressão que sofreram por um grupo que se preparava para atacar uma facção rival”.

Como o confronto se estendeu por diversos becos da localidade, a polícia disse que o isolamento do local foi prejudicado e a consequente perícia nessas áreas. Durante a ação, foram apreendidas 17 armas de fogo e veículos. Uma grande quantidade de cápsulas deflagradas foi recolhida.

A Polícia Civil afirmou que o inquérito não encontrou indícios do crime e que das mais de 30 testemunhas ouvidas na investigação, nenhuma deu informações nesse sentido. Além disso, os próprios policiais prestaram socorro médico às vítimas. Sob responsabilidade do DRCO e da Unidade de Apuração de Atos Infracionais da Polícia Civil do Amazonas, o inquérito foi concluído e encaminhado à Justiça no dia 11 de novembro, conforme a SSP-AM.

Investigação própria

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) abriu um Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar o caso. A 61ª Promotoria de Justiça de Controle Externo de Atividade Policial (61ª Proceap), responsável pelo PIC, vai realizar novas diligências nos próximos dias.

Já o inquérito policial será anexado ao PIC. Caso o MP-AM tenha um parecer diferente, o documento pode retornar à Polícia Civil para aprofundamento as investigações. Dependendo do resultado Procedimento Investigatório, o Ministério Público pode ofertar uma denúncia à Justiça ou arquivar o caso.

Susam ultrapassa em 16% meta de fornecimento de medicamentos especializados a usuários do SUS

Susam ultrapassa em 16% meta de fornecimento de medicamentos especializados a usuários do SUS

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) ultrapassou em 16% a meta de atendimentos, programada para 2019, aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no Amazonas, que recebem medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf).

O Ceaf é uma estratégia que garante acesso a medicamentos no SUS, entre eles os de alto custo. A dispensação de medicamentos diretamente aos usuários é feita pela Central de Medicamentos do Estado do Amazonas (Cema).

O Plano Anual de Saúde previa 83.500 atendimentos nos 12 meses. No entanto, o ano fechou com 96.749, ou seja, 12.979 atendimentos a mais.
O volume de atendimentos em 2019 também superou em 12.431 os realizados em 2018 (84.048).

Além de atender mais, a Cema conseguiu ampliar o nível de abastecimento dos itens que compõem o Ceaf, fechando 2019 com 94,5% de abastecimento. No início de 2019, o abastecimento era de 50%. O Ceaf trabalha com 289 itens dispensados diretamente a pacientes assistidos por unidades da rede pública de saúde.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, ao melhorar a produtividade, o Amazonas conseguiu ampliar os repasses recebidos do Governo Federal em 2019. Com mais recursos, mais medicamentos puderam ser adquiridos e dispensados.

“Havia uma previsão orçamentária de repasse federal no início de 2019 de R$ 3.465.000,00. Fechamos o ano com R$ 6.560.072,50, ou seja, tivemos um aumento na produtividade, o que resultou um aumento de quase 50% a mais do que estava previsto”, afirma o secretário.

Custeados pelo Governo do Amazonas e pelo Governo Federal, os medicamentos dispensados no Ceaf garantem a integralidade do tratamento medicamentoso para doenças contempladas pelo programa. Para ter acesso ao serviço, o usuário precisa ter o tratamento prescrito por um médico, seguindo o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde.

O orçamento aplicado pelo Governo do Amazonas no Ceaf em 2019 foi de R$ 13.381.000,00.

Medidas – O coordenador de Política Farmacêutica da Susam, Cláudio Nogueira, ressalta que foi possível produzir mais com praticamente o mesmo recurso do ano anterior depois de algumas medidas tomadas pela Cema. Uma delas foi a iniciativa de negociar preços de medicamentos junto à indústria farmacêutica.

Outra medida que contribuiu para isso foi a adoção de registro de ata de preços dos itens trabalhados pelo Ceaf. A Cema também promoveu melhorias e ajustes nas informações relacionadas ao faturamento do que foi produzido no programa.

Descentralização – A descentralização do Ceaf também contribuiu para ampliar o acesso da população a medicamentos especializados no Amazonas.

Em 2019, a Susam implantou três farmácias do Ceaf fora da Cema. Uma na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam), outra na Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia Alfredo da Matta (Fuam), e uma no município de Humaitá, no sul do Amazonas.

Para 2020, a Susam irá implantar mais cinco unidades do Ceaf em Manaus, nas seguintes unidades: Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimis) Ada Viana e Paulo Lima; e Policlínicas Codajás, Gilberto Mestrinho e Zeno Lanzini.

A Susam também iniciou tratativas para instalar farmácias do Ceaf em mais três municípios: Parintins, Coari e Tabatinga.

FOTO: Divulgação/Secom