Galaxy S10 perdeu metade do valor de revenda nos EUA

Os celulares da linha Samsung Galaxy S10 perderam até 53% de seu valor de revenda nos Estados Unidos desde o lançamento, que aconteceu em março deste ano. As informações são do site BankMyCell, especializado em venda de celulares usados. A desvalorização foi maior que a sofrida pela linha anterior no mesmo período após o lançamento: o Galaxy S9 teve 41,6% de perda.

Os três modelos da série — S10, S10+ e S10e — tiveram seus valores diminuídos em 44,4%, 40% e 53,3%, respectivamente. Há variações nos números de acordo com as especificações do modelo, mas elas ficam sempre no mesmo patamar. O S10+ é o que apresenta a maior perda monetária, caindo de US$ 1.600 para US$ 850. A projeção do site é que a linha Galaxy S10 perca 65% do seu valor até março de 2020.

Pior ainda na comparação

Quando comparada com os concorrentes, a diminuição do valor de revenda dos celulares da Samsungfica ainda mais súbita. A desvalorização do Galaxy S10 em 1 mês é maior que a do iPhone XS/XR em 9 meses, já que a linha da Apple perdeu 42,4% do valor de revenda desde que foi lançada.

No entanto, nem tudo são flores para os usuários dos celulares da empresa da Maçã. Os dados também indicam que o iPhone XS está sofrendo depreciação de preço bem mais rápido que o iPhone X. Enquanto o primeiro perdeu 44,78% de valor após 9 meses do lançamento, o segundo diminuiu 30,9% no mesmo período.

Quando são comparados modelos mais antigos, a depreciação da Apple ainda se mostra menor que a da concorrente. O Galaxy S9 perdeu uma média de 63,29% do valor após 1 ano de lançado, enquanto o iPhone X perdeu 46,8% no mesmo período.

Tecmundo