EUA advertem ONU para ‘clara ameaça’ do Irã

O governo dos Estados Unidos pediu, nesta quinta-feira (13), ao Conselho de Segurança da ONU que enfrente a “clara ameaça” representada pelo Irã.

A declaração foi feita após Washington acusar Teerã de estar por trás do ataque contra dois navios petroleiros no Golfo de Omã. O Conselho se reuniu para escutar o embaixador americano Jonathan Cohen, que apresentou um relatório sobre a responsabilidade do Irã nos ataques contra os dois petroleiros.

Cohen disse que os ataques “demonstram a clara ameaça que o Irã representa para a paz e a segurança internacionais”. “Pedi ao Conselho de Segurança que se mantenha atento ao assunto e espero que tenhamos mais conversas sobre como agir nos próximos dias”, acrescentou o diplomata, segundo a agência AFP.

“Condeno todo ataque a navios civis”, disse o chefe da ONU, que pediu uma investigação dos fatos ao mesmo tempo em que advertiu que o mundo não pode suportar um conflito de grandes proporções no Golfo.