1.700 presos em megaoperação nos EUA contra pedofilia online

Autoridades dos Estados Unidos prenderam cerca de 1.700 pessoas em um megaoperação batizada de “Broken Heart” (coração partido) contra a pedofilia online em todo o país.

A operação foi realizada entre abril e maio e teve como alvo pessoas que produzem e distribuem pornografia infantil, assim como aqueles que a recebem e a liberam. Os investigadores também foram atrás de pessoas envolvidas no tráfico sexual de crianças e de pedófilos, informa a Folha de S. Paulo.

A operação identificou 308 supostos abusadores e 357 crianças que sofreram abusos e foram forçadas a participarem na produção de pornografia.

Em um comunicado, o procurador-geral Bill Barr declarou:

“O abuso sexual de crianças é repugnante e vitimiza os mais inocentes e vulneráveis de todos. Devemos fazer com que toda a força da lei caia sobre predadores sexuais.”