Trump condena derrubada de drone dos EUA pelo Irã

Trump condena derrubada de drone dos EUA pelo Irã

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou, nesta quinta-feira (20) o abate de um drone de vigilância militar americano por parte do regime islâmico do Irã.

“O Irã cometeu um grande erro!”, afirmou Trump em sua conta no Twitter.

Segundo autoridades em Teerã, o drone militar dos Estados Unidos estaria em uma missão de espionagem sobre seu território.

O governo norte-americano alega que a aeronave foi atingida em espaço aéreo internacional em um “ataque sem provocação”.

“Os relatórios que apontam que a aeronave encontrava-se sobre o Irã são falsos”, assegurou em comunicado o capitão Bill Urban, porta-voz do Comando Central das Forças Armadas dos EUA (CentCom), responsável pelas operações no Oriente Médio, segundo o site UOL.


Maduro faz limpeza em centro de tortura antes de visita da ONU

Maduro faz limpeza em centro de tortura antes de visita da ONU

A alta comissária para os direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Michelle Bachelet, começa nesta quarta-feira (19) uma visita à Venezuela para observar os efeitos do colapso do país.

Antes da chegada de Bachelet, o ditador Nicolás Maduro ordenou uma “limpeza” no Helicoide, seu presídio político em Caracas.

Os presos políticos foram obrigados a gravar vídeos com depoimentos sobre como são bem tratados na prisão, segundo informações da imprensa local reproduzidas pelo jornal Gazeta do Povo.

Segundo a jornalista venezuelana Sebastiana Barraez, a chamada “Operação Bachelet” consistiu em uma força-tarefa de limpeza, pintura, água, fotos e vídeos dos detentos.

Segundo a organização não-governamental Foro Penal, pelo menos 715 pessoas estão presas por motivos políticos na Venezuela.


41 pessoas executadas por terroristas no Mali

41 pessoas executadas por terroristas no Mali

Em motos, terroristas não identificados atacaram dois vilarejos do centro do Mali, país localizado no continente africano, na segunda-feira (17).

Ao menos 41 pessoas morreram no ataque realizado em uma parte do país onde ações étnicas retaliatórias aumentaram nos últimos meses.

Issiaka Ganame, prefeito de Yoro, disse que 24 pessoas foram mortas na localidade e 17 outras no vilarejo de Gangafani.

A maioria das vítimas era de dogons étnicos, disse Ganame. Dezenas de civis dogons foram mortos nos últimos meses em confrontos retaliatórios com a comunidade muçulmana rival fulani.

As mortes foram atribuídas a grupos fulas violentos, que se aliaram aos jihadistas da organização extremista Amadou Koufa.

Como forma de proteção, os dogons criaram seu próprio exército, aumentando ainda mais a violência na região, informa a agência AFP.

Vídeo: Homem escala 4 andares para salvar criança que estava pendurada na varanda

Vídeo: Homem escala 4 andares para salvar criança que estava pendurada na varanda

Atualmente, os acontecimentos chegam ao conhecimento da sociedade de maneira mais rápida, isso acontece porque a  internet possibilita que, mais pessoas recebam informações em qualquer dispositivo móvel, celular, tablet ou no computador de mesa tradicional.

Em meio a tempos tão difíceis, em que, muitas pessoas estão desacreditando das boas ações, é preciso fazer com que ações como as desse homem que foi capaz de escalar 4 andares para salvar uma criança, seja muito divulgado para receber muitas likes.

Muitos heróis anônimos que, não estão fazendo sucesso nas telas de cinema, todos os dias estão prontos para se colocar em risco para salvar vidas, sendo filmados em ação sem dublê ou sistema de segurança, apenas se entregam quando percebem alguém em perigo.

Depois do surgimento da internet o mundo passou a ser mais conectado, todos nós somos capazes de saber qualquer coisa que esta acontecendo no mundo através de um clique, muitas pessoas estão surpreendendo a todos no mundo a fora, mas com a internet nós podemos apreciar este tipo de super humanos. Pensam em socorrer e, às vezes perdem a noção de que, também estão em perigo, mas o amor ao próximo que pulsa no coração é superior a qualquer dificuldade.

A história do jovem herói de 22 anos, Mamoudou Gassama, aconteceu no centro de Paris, França. Ele viu uma criança prestes a cair de um prédio, para evitar a fatalidade, ele escalou o edifício sem nenhum equipamento de segurança, subiu quatro andares, não havia tempo para a chegada dos bombeiros. Até para os profissionais bem treinados, essa atitude do jovem, imigrante recém chegado de da áfrica, de Mali, precisou de menos de um minuto para alcançar o quarto andar.

Parabenizado pelos bombeiros e autoridades, Mamoudou Gassama recebeu cidadania francesa e foi recebido pelo presidente da França, Emmanuel Macron no Palácio do Eliseu.

Tudo acabou bem e o vídeo merece ser viralizado como tem sido.

Trump anuncia deportação de ‘milhões’ de imigrantes ilegais

Trump anuncia deportação de ‘milhões’ de imigrantes ilegais

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a deportação de “milhões” de imigrantes que entraram no país de forma irregular.

Em mensagem publicada no Twitter, nesta segunda-feira (17), Trump declarou:

“Na próxima semana a ICE (Agência de Imigração e Controle de Alfândegas) vai iniciar o processo para tirar milhões de estrangeiros ilegais que encontraram formas ilícitas de entrar nos Estados Unidos.”

O chefe da Casa Branca também anunciou que a “Guatemala se está preparando para firmar um acordo de terceiro país seguro”, que implica em acolher os solicitantes de asilo e evitar que façam o pedido nos Estados Unidos.

O presidente Trump fez da luta contra a imigração ilegal uma prioridade de seu governo, embarcando em uma disputa com o Congresso para conseguir fundos para construir um muro na fronteira com o México que ajude a conter a crise migratória.

Trump denunciou várias vezes como uma “invasão” as caravanas de emigrantes centro-americanos que tentam chegar aos Estados Unidos através da fronteira mexicana.


30 mortos em ataque do Boko Haram na Nigéria

30 mortos em ataque do Boko Haram na Nigéria

Um atentado do grupo terrorista Boko Haram deixou ao menos 30 mortos e 40 feridos em Konduga, nordeste da Nigéria.

Três homens-bomba detonaram suas cargas explosivas na noite de domingo (16) diante de um local onde várias pessoas assistiam uma partida de futebol.

O ataque, o mais violento em vários meses na Nigéria, aconteceu na capital do estado de Borno.

Konduga foi cenário de vários ataques dos homens-bomba do Boko Haram. Em julho do ano passado, oito pessoas morreram em um atentado suicida na localidade.


O presente do ditador Maduro para Roger Waters

O presente do ditador Maduro para Roger Waters

O ex-integrante do Pink Floyd, Roger Waters, ganhou um cuatro venezuelano — instrumento musical parecido com o violão — de presente do ditador Nicolás Maduro.

Em seu perfil oficial no Twitter, o cantor, que já chamou o presidente da República, Jair Bolsonaro, de “neofascista” em shows pelo Brasil, agradeceu o presente e voltou a declarar apoio ao líder do regime da Venezuela.

“Obrigado Presidente Maduro pelo seu gentil presente e mensagem. Continuarei apoiando o povo da Venezuela e continuarei a me opor à interferência dos EUA em seu país, particularmente às sanções monetárias ilegais e desumanas que tentam tornar a vida intolerável para seu povo”, disse Waters.


EmbraerX apresenta seu modelo de aeronave para a Uber

EmbraerX apresenta seu modelo de aeronave para a Uber

EmbraerX, braço de negócios disruptivos da Embraer, anunciou o modelo da aeronave que prepara para o Uber Elevate, iniciativa de mobilidade aérea da gigante do Vale do Silício.

Este modelo tem foco na simplicidade e no uso popular. A tecnologia também mira a sustentabilidade, apresentando uma versão que poderia ser recarregada eletricamente, sem combustíveis.

“Não será uma aeronave VIP, exclusiva, mas algo para uso da massa”, disse Antonio Campello, CEO da EmbraerX, segundo a revista Veja.

Com um design que mistura asas e rotores, a ideia é minimizar o número de movimentos que o veículo precisa fazer, do pouso à decolagem, minimizando a complexidade da manutenção.

No próximo ano, a Uber pretende iniciar seus testes em três cidades: Melbourne na AustráliaLos Angeles Dallas nos Estados Unidos. Apesar do envolvimento da EmbraerX, ainda não há previsão da chegada do serviço ao Brasil.

Outras cinco empresas – Boeing, Bell, Pipistrel, Karen e Jaunt – também estão desenvolvendo seus protótipos de veículos aéreos.

EUA advertem ONU para ‘clara ameaça’ do Irã

EUA advertem ONU para ‘clara ameaça’ do Irã

O governo dos Estados Unidos pediu, nesta quinta-feira (13), ao Conselho de Segurança da ONU que enfrente a “clara ameaça” representada pelo Irã.

A declaração foi feita após Washington acusar Teerã de estar por trás do ataque contra dois navios petroleiros no Golfo de Omã. O Conselho se reuniu para escutar o embaixador americano Jonathan Cohen, que apresentou um relatório sobre a responsabilidade do Irã nos ataques contra os dois petroleiros.

Cohen disse que os ataques “demonstram a clara ameaça que o Irã representa para a paz e a segurança internacionais”. “Pedi ao Conselho de Segurança que se mantenha atento ao assunto e espero que tenhamos mais conversas sobre como agir nos próximos dias”, acrescentou o diplomata, segundo a agência AFP.

“Condeno todo ataque a navios civis”, disse o chefe da ONU, que pediu uma investigação dos fatos ao mesmo tempo em que advertiu que o mundo não pode suportar um conflito de grandes proporções no Golfo.

Dois navios petroleiros são atacados na costa do Irã

Dois navios petroleiros são atacados na costa do Irã

Dois navios petroleiros foram atacados no Golfo de Omã, na costa do Irã, nesta quinta-feira (13). As tripulações das duas embarcações, cerca de 40 pessoas, foram resgatadas e não há mortos, informa o jornal Gazeta do Povo.

Michio Yuube, gerente da empresa japonesa Kokuka Sangyo, disse que o navio “Courageous” foi atacado duas vezes com “algum tipo de projétil” enquanto ia da Arábia Saudita para Cingapura.

O segundo navio atingido é o “Front Altair”, da empresa norueguesa Frontline. Ele estava transportando nafta, uma matéria-prima petroquímica, e havia partido dos Emirados Árabes Unidos.

O incidente está sendo investigado pelas Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido, um canal de compartilhamento de segurança marítima gerenciado pela Marinha Real britânica.

Os navios estavam em águas internacionais, entre Irã e Omã, no momento do incidente. O caso ocorre um mês depois que dois petroleiros da Arábia Saudita foram atacados enquanto navegavam em direção ao Golfo Pérsico.